X86 Esfregaço de papanicolau / colpocitologia oncótica anormal

Qual a conduta para resultado de epitélio escamoso do citopatológico de colo uterino?

O exame citopatológico, também chamado esfregaço cervicovaginal ou exame de Papanicolau, é a principal estratégia para detectar precocemente lesões precursoras do câncer ou o próprio […]

Devemos recoletar o exame de Papanicolau se o resultado deu ausência de JEC?

A ausência de células endocervicais no esfregaço indica que a junção escamo-colunar (JEC) não foi amostrada. O patologista (laboratório) deve classificar esta amostra como inadequada […]

Como conduzir resultados de exames de Papanicolau com NIC 1?

Quando ocorre a desordenação nas camadas mais basais do epitélio estratificado, estamos diante de uma Neoplasia Intraepitelial Cervical Grau I (NIC I) – Baixo Grau […]

Qual é a conduta quando o resultado de exame preventivo indica somente inflamação?

Citopatológicos de colo do útero com resultados Inflamação sem identificação do agente são considerados normais. Você deve seguir a rotina de rastreamento citológico como para […]

O que fazer diante de um laudo de Papanicolau que apresente amostra parcialmente obscurecida por áreas purulentas?

No caso da “amostra parcialmente obscurecida por áreas purulentas” ela pode ser caracterizada como uma amostra “satisfatória, porém limitada para avaliação” ou uma amostra “insatisfatória” […]

Qual a conduta diante de um resultado de exame citopatológico (CP) somente com células escamosas?

O resultado de exame citopatológico (CP), com esfregaço normal somente com células escamosas não necessita de repetição imediata do exame, deve ser realizado novo CP […]

A coleta do exame Papanicolau com auxílio de vaselina líquida altera o resultado?

O uso de lubrificantes como a vaselina líquida no espéculo para a coleta da amostra não é recomendado. O Ministério da Saúde aconselha evitar a […]

Deve-se repetir o citopatológico quando o resultado contém apenas representação do epitélio escamoso?

Quando o resultado do citopatológico apresenta esfregaços normais, somente com células escamosas, recomenda-se a repetição com intervalo de um ano, e, após dois exames normais […]

Qual a conduta para o controle das DST/AIDS e rastreamento de CA de colo de útero em mulheres homo/bissexuais?

Nos cuidados sexual ou reprodutivo deve-se considerar que qualquer paciente, mesmo grávida, pode ser uma mulher lésbica ou bissexual. Assim, nos atendimentos ginecológicos, às DST/AIDS/HIV, […]

O que significa citólise no resultado do exame de Papanicolau (CP de colo do útero)?

Citólise significa morte celular, que pode acontecer tanto em situações fisiológicas (normais do corpo feminino) ou em situações patológicas (doenças) quando muito intensa e persistente. […]

O que significa metaplasia escamosa imatura no resultado do Papanicolau (CP do colo de útero)?

Metaplasia escamosa imatura como resultado do exame citopatológico de colo uterino significa uma reparação, ou seja, decorre de lesões da mucosa do colo com exposição […]

Qual medicamento indicado para adequar o colo uterino à coleta do citopatológico em pacientes que necessitam de estrogenização, e por quanto tempo deve ser utilizado?

A estrogenização do colo do útero preferencialmente deve ser feita através do uso de medicamento tópico por um período de sete dias consecutivos, com a […]

Qual é a conduta mais indicada para coleta do citopatológico em mulheres com atrofia do epitélio vaginal?

Para realização do exame preventivo em padrão que garanta a qualidade dos resultados, a mulher deve evitar relações sexuais, uso de duchas ou medicamentos vaginais […]

Quais as diferenças entre NIC I, NIC II e NIC III?

O câncer do colo do útero é uma afecção progressiva iniciada com transformações intra-epiteliais progressivas que podem evoluir para um processo invasor num período que […]

A demora de 30 a 40 dias no resultado do exame citopatológico de colo uterino pode determinar um prognóstico de lesões suspeitas de neoplasia intra-epitelial cervical?

O câncer do colo do útero inicia-se a partir de uma lesão pré-invasiva, curável em até 100% dos casos (anormalidades epiteliais conhecidas como displasia e […]