A carbamazepina é efetiva no tratamento da neuralgia do trigêmeo?

| 6 julho 2010 | ID: sofs-4641
Solicitante:
CIAP2:
DeCS/MeSH: ,
Graus da Evidência:

A Carbamazepina deve ser o tratamento de primeira escolha para neuralgia do trigêmeo A carbamazepina tem sido estudada extensivamente na neuralgia do trigêmeo, com uma meta-análise, encontrando boas evidências para a sua efetividade.1
A partir de três estudos controlados com carbamazepina e placebo na neuralgia do trigêmeo, uma revisão sistemática Cochrane deduziu que o número necessário para tratar foi 2,5 (intervalo de confiança 95% 2,0-3,4). 2
As doses de carbamazepina utilizadas variaram de 100 a 2.400 mg por dia, com a maioria dos pacientes respondendo a 200-800 mg por dia em duas ou três doses.1
Pouca evidência apoia o papel benéfico das outras drogas antiepilépticas, como clonazepam, gabapentina, fenitoína e valproato de sódio no tratamento da neuralgia do trigêmeo. 2
Segundo revisão Cochrane não há evidência suficiente de ensaios clínicos randomizados que demonstram benefício significativo de drogas não-antiepilépticas na neuralgia do trigêmeo.3


SOF Relacionadas: 

  1. Existe algum exame de imagem para confirmar o diagnóstico de neuralgia do trigêmeo?
  2. Quais as opções de tratamento de neuralgia do trigêmeo (medicamentos e posologia)?

 

Bibliografia Selecionada:

  1. Krafft RM. Trigeminal neuralgia. Am Fam Physician. 2008 May 1;77(9):1291-6. Disponível em: http://www.aafp.org/afp/2008/0501/p1291.html
  2. Zhang Jingjing, Yang Mi, Zhou Muke, He Li, Chen Ning, Zakrzewska Joanna M. Non-antiepileptic drugs for trigeminal neuralgia. Cochrane Database of Systematic Reviews. In: The Cochrane Library, Issue 9, Art. No. CD004029. DOI: 10.1002/14651858.CD004029.pub3  Disponível em: http://cochrane.bvsalud.org/doc.php?db=reviews&id=CD004029&lib=COC Acesso em: 6 jul 2010.
  3. British Medical Journal (org). Evidencia clínica: conciso. Tradução: Ane Rose Bolner. Porto Alegre: Artmed; 2005.